Reaberto em 2015, com a mesma Gerência

quinta-feira, 14 de junho de 2007

Do Porto ao Porto em Low Cost...

... Ainda no tema das Low Cost, ocorreu-me simular uma viagem pela Europa, para vos dar uma ideia mais precisa sobre o tema.

A pesquisa foi feita no dia 13 de Junho à noite, para um período de viagem de 1 até 14 de Julho e para vôos através da Ryanair, saindo e tendo como último destino o aeroporto do Porto (apenas porque é o que fica mais perto de nós). Os preços (com taxas) são para 2 pessoas mas não incluem o valor a pagar pelas bagagens nem um seguro que é proposto como opção. No que toca aos seguros e como estas viagens são sempre pagas por cartão de crédito convém que atentem nas regalias adicionais que o vosso cartão oferece pois há muitos que incluem um seguro de viagem quando o pagamento é efectuado através desses cartões.

Tentei programar as viagens para os dias mais acessíveis, não tendo no entanto feito disso condição indispensável. Aconteceu, por exemplo, optar por uma viagem um pouco mais cara por causa da hora de chegada ao destino ou por achar que estaria a "abusar" do número de dias no mesmo local. Claro que depois, cada um de vocês fará as suas opções.

Vamos então à viagem propriamente dita.

O percurso: Porto - Londres - Paris - Veneza - Barcelona - Porto


1ª Etapa (01 de Julho): Porto - Londres
Saída: 09:25 hrs
Preço: 98,24 €
Permanência em Londres : 3 noites
2ª Etapa (04 de Julho): Londres - Veneza
Saída: 11:25 hrs
Preço: 90,00 €
Permanência em Veneza : 2 noites
3ª Etapa (06 de Julho): Veneza - Paris
Saída: 20:45 hrs
Preço: 50,90 €
Permanência em Paris: 4 noites
4ª Etapa (10 de Julho): Paris - Barcelona
Saída: 13:35 hrs
Preço: 85,02 €
Permanência em Barcelona: 4 noites
5ª Etapa (14 de julho): Barcelona - Porto
Saída: 18:50 hrs
Preço: 52,82 €
Permanência: Até às próximas férias!!!!
E pronto, tudo isto por "apenas" 377,00 €. Para duas pessoas!
Claro que, nunca se esqueçam, a estes valores terão que somar as despesas de transporte entre os aeroportos e as cidades de destino e também, o alojamento, a alimentação e as despesas com as visitas e "souvenirs" para a família! Fazendo contas por alto, diria que no mínimo serão necessários uns 1500 € para 2 pessoas durante 15 dias (contabilizando também as viagens). Mas pronto, de certeza que ficaria sempre muito mais barato do que viajar pela TAP ou outra qualquer companhia regular!

10 comentários:

Armando Gil disse...

Vocês são geniais! E o elogio é merecido. Ainda ontem enviei um mail e não é que, mesmo que não tenha sido feito a pensar em mim, este artigo me vai dar um jeitão! Excelente, comprovando de forma fácil, que as low-coast são uma excelente escolha para quem quer viajar. E o percurso idealizado é tentador. Belas cidades, alguns dias para vê-las convenientemente e sem os bilhetes nos custarem os olhos da cara. Imagino quanto ficaria a brincadeira se fosse pela TAP ou outra companhia do género.
Parabéns pelo artigo. E fica a promessa. Se for mesmo de férias (é só uma questão de contar os tostões) envio-vos um artigo, aproveitando a vossa disponibilidade recente para o efeito.

bruno rocha disse...

Eu por mim compro este "pacote"..Há candidatos a vir cmg..!!!

Paulo Pereira disse...

Moi!!!! Eu embarco já, só preciso de uma muda de roupa e da indispensável escova de dentes:)
Bora lá...

Carlos Mendes disse...

Se eu dizia, ontem, que vocês estavam sempre em cima do mercado, aí está a prova. Belo roteiro, para os mais intrépidos e/ou endinheirados fazerem uma excursão Europa fora. Percurso convidativo (não que eu conheça alguma das cidades, excepto o ponto de partida e chegada)e com um preço que me surpreendeu,pela positiva. Por isso é que cada vez mais existem lowcost em Portugal. Pudera, a afluência, ao que tenho lido na imprensa generalista, é enorme. Compreende-se porquê.

Bom fim de semana

Madalena Brandão disse...

Feitas as contas, 15 dias de férias, destinos como Londres, Paris, Veneza e Barcelona, não me parece nada caro o gasto de 1500 €, para um casal. Excelente artigo, actual, lançado numa altura que permite a muitos ter ainda tempo para pensar nesta possibilidade. Pois, o problema, no meu caso, são mesmo os 1.500 €. Como se costuma dizer, se os tivesse, casava-me:)

Maria Rosário disse...

Estão a arranjá-la bonita. Ainda levano a minha Poupança, arduamente posta de lado, e vou de férias, por essas cidades maravilhosas. Está um excelnte artigo, e aposto que a combinação de destinos deve ser quase infinita, tantas são as ofertas que agora surgem.

P.S: Não me esqueci de vocês. Não tenho grandes dotes de escritora, mas com tempo e alguma paciência, vou escrever um artigo sobre férias passadas. Sim, porque eu sou uma senhora muito viajada:)

Cadu disse...

Ta um otimo trabalho, pena k seja so na Europa. Mas para quem sonha conhecer o velho continente, como eu, ja da pra ter umas dicas. Parabens.

Marina disse...

É agora que vou exercitar a minha veia de grande escritora...lol. Gostei dessa vossa/nossa sugestão, pois permitirá um intercâmbio positivo entre leitores/autores. Por mim, conto participar.

Beijos

Fred Winston disse...

Hello! Join us in www.travelblog.org.

Bye

Ana Melrinho disse...

Confesso que sempre olhei com alguma desconfiança para as companhias de baixo custo. Mas era mesmo preconceito, pois várias pessoas amigas já me falaram maravilhas delas: não existem atrasos, pontualidade sempre importante, e o conforto é identico aos aviões de companhias regulares.
Fizeram um belo estudo das low cost, com uma excelente sugestão.
Parabéns pelo blog.