Reaberto em 2015, com a mesma Gerência

domingo, 1 de julho de 2007

Estocolmo by Ana Melrinho

Estocolmo
Verão de 2004. Foi a viagem da minha vida? Não sei. É relativo. Gostei de todas. Recordo pormenores de umas, paisagens de outras, rostos que se cruzaram.

Mas Estocolmo, a capital da Suécia, foi diferente. Passei lá uns dias com o meu marido. Acreditem que é uma das capitais europeias que vale a pena visitar.
Tivemos sorte com o tempo e fomos abençoados com uns magníficos dias de sol e noites relativamente quentes. Engana-se quem pensa que não se pode bronzear em Estocolmo e tomar uns belos banhos de mar.
Assim que o tempo o permite, os suecos dirigem-se em peso para uma zona da cidade chamada “Kungsholmen”, deitam-se na relva de toalha e fatos de banho e tomam uns bons banhos de água de mar limpa – que infelizmente é algo que não se vê na zona onde vivo, Cascais.

O que eu acho mais fantástico e sinónimo de qualidade de vida, é estar a 20 minutos a pé do centro da cidade e poder nadar nas águas que a banham, sem qualquer problema de poluição.

Andar de bicicleta é uma prática corrente na cidade, tanto pelos suecos como pelos turistas que a visitam. Estocolmo tem pistas próprias para ciclistas por todo o lado, pelo que se torna fácil e seguro andar de bicicleta na cidade.

Aconselho-vos a alugar uma e a passar pela ilha “jardim” de Djurgarden ou pela zona balnear de Kungsholmen.



E já agora, não deixem de experimentar os doces tradicionais suecos. Recomendo o bolo de canela. Simplesmente deliciosos.

Só mais uma coisinha. Fiquei no Brunnen Hotel, extremamente acolhedor, bem situado – 10 minutos a pé e estávamos no centro – com paragens de autocarro e metro à porta.
Ana Margarida Melrinho, Parede

Leitora compulsiva de revistas de viagens, navega pela net apenas com 2 objectivos: profissionalmente e para pesquisar sites de viagens. Foi assim que a Ana descobriu o parece1fotoblog! E teve a coragem de ser a 1ª pessoa a participar no “Post do Viajante”! Esperamos que sigam o exemplo dela!!!!
Outras informações acerca da Suécia:

Idioma: sueco (mas não se preocupe com a dificuldade em entender a língua, porque em Estocolmo todos os habitantes falam um inglês perfeito).
Diferença Horária: +1 hora do que Portugal Continental
Indicativo telefónico: 00 46 8 (Para emergências, polícia, ambulâncias ou carros de bombeiros, o número de telefone é igual ao nosso - 112).

Moeda local: A moeda sueca é a coroa, cuja forma abreviada é SEK. O seu valor unitário corresponde a € 0,10Transportes: A melhor forma de circular em Estocolmo é de metro, autocarro ou bicicleta. O metro (Tunnelbana) tem cem estações em três linhas principais e quatro zonas, sendo que o centro da cidade está coberto por uma destas zonas, o que significa que pode circular por 20 coroas (cerca de € 2). Existem também passes de um dia, três dias e um mês, e senhas com desconto para 10 viagens no centro da cidade por 100 SEK. O metro funciona até à uma da manhã nos dias úteis e no fim-de-semana até às quatro da manhã.Os autocarros são azuis e encarnados e complementam a rede do metro. É uma forma económica de circular: por exemplo, um bilhete de suas senhas dá direito a 2 horas de utilização com número de percursos ilimitado. Vale também a pena andar de eléctrico, especialmente no percurso para Djurgärden (em algumas viagens são servidas bebidas). Perfeito para circular e fazer exercício físico são as bicicletas, já que Estocolmo tem uma boa rede de ciclovias. Saiba mais no site www.rentbike.com. Se quiser circular de táxi, tenha em atenção que, apesar de a maioria dos táxis estarem equipados com taxímetro, também existem free taxis, e neste caso tem que combinar o preço antes de iniciar a corrida. Pode também usar o seu cartão de crédito para pagar.

Museus e entretenimento: o preço das entradas nos museus de Estocolmo varia entre as 50 e as 70 coroas e estão abertos entre as 10 ou 11 horas e as 17 ou 18 horas, horário alargado no período de Verão. O dia de encerramento é normalmente a segunda- feira.
Sugerimos:
Vasa Museum Galärvarvet, Djurgården, autocarros 44 e 47, aberto diariamente entre 10 de Junho e 20 de Agosto.O famoso barco da Armada Sueca que se afundou na baía de Estocolmo e ali permaneceu mais de 300 anos, até que foi recuperado e completamente restaurado, merece uma visita demorada.
Museu ao ar livre de Skansen Djurgårdsslätten 49-51, autocarros 44 e 47; aberto de 1 de Setembro a 30 de Abril todos os dias. Parque natural e zoológico com reconstrução de casas típicas e representação de cenas quotidianas em trajes típicos. Artesanato do mundo rural.
Museu de História Com a magnífica Sala do Ouro; Narvavägen 13-17; autocarros 44, 47, 56, 69, 76; aberto de 3.ª a domingo.Palácio Real, Gamla Stan.Autocarros 43, 46, 55, 59, 76; aberto todo o ano e todos os dias. Às 12h15 começa o render da guarda com música militar.
Paço da Câmara Municipal (Stadshuset) Autocarros 62, 65. Aberto de 2.ª a 6.ª feira. São famosos os salões onde se celebram todos os anos os prémios Nobel.
Museu Nacional, Blasieholmskajen Autocarros 65, 46, 62, 76, 69; de terça a domingo. Obras de artistas suecos, Rembrandt, Rubens, El Greco, impressionistas franceses, etc.
Para saber o que está em cartaz de espectáculos e afins, consulte o guia oficial What's on Stockholm, disponível nos hotéis e grandes lojas da cidade.
Uma boa forma de aproveitar a parte cultural da cidade, é comprando o Cartão Estocolmo (Stockholmskortet): permite a entrada gratuita em mais de 70 museus e outras atracções, assim como nos autocarros, metro e comboios locais. Um cartão válido por 24 horas custa 220 SEK (€ 24); por 48 horas custa 380 SEK (€ 41,66); e por 72 horas custa 540 SEK (€ 59).)
Visitas com crianças: Repleta de parques e jardins, Estocolmo é uma cidade fácil para quem viaja com crianças. Eis algumas sugestões de passeio/actividades para os turistas mais pequenos:
• Gröna Lund (Djurgarden - tel.: 08-607 76 00). Um parque de diversões com restaurantes e várias atracções. Os adultos pagam para entrar 45 SEK, mas a entrada é grátis para as crianças com menos de nove anos. Está aberto entre Maio e Setembro.
• Junibacken (Djurgarden - tel.: 08-587 230 00) A casa da Pipi das Meias Altas e uma viagem pelos contos infantis de Astrid Lindgren. A entrada dos adultos custa 85 SEK e das crianças 60 SEK. Está aberto, nos meses de Janeiro a Maio e de Setembro a Dezembro, de quarta a domingo, entre as 10 e as 17 horas; e nos meses de Junho a Agosto, todos os dias entre as 9 e as 18 horas.
• Skansen (Djurgarden - tel.: 08-442 80 00). Parque com zoo, aquário, casas históricas (uma recriação da história e vida na Suécia dos séculos XVIII e XIX), minicomboio, entre outras atracções. O preço da entrada dos adultos é de 60 SEK e das crianças 30 SEK. Aberto, o parque e o zoo, em Maio das 10 às 20 horas, entre Junho e Agosto, das 10 às 22 horas, em Setembro das 10 às 17 horas e nos restantes meses das 10 às 16 horas, só encerra na noite de Natal. Os edifícios históricos entre Maio e Setembro, das 11 às 17 horas e nos restantes meses entre as 11 e as 15 horas.
• Toy Museum (Mariatorget 1C - tel.: 08-641 61 00). Um museu com centenas de brinquedos! A entrada dos adultos é de 40 SEK e das crianças de 20 SEK. Está aberto de Janeiro a 20 de Junho e de 3 de Agosto a Dezembro, de terça a sexta entre as 10 e as 16 horas e ao fim-de-semana do meio-dia às 16 horas; no período de 21 de Junho e até dia 2 de Agosto, o horário é o mesmo mas está aberto todos os dias.
• Children's rooms - O Kulturhuset (Sergelstorg 3, tel.: 08-508 314 00), um centro cultural no coração de Estocolmo, organiza várias actividades para crianças até aos 12 anos, em inglês e outras línguas, como por exemplo acesso a biblioteca, visionamento de filmes, leitura de histórias, entre outras. O espaço é gratuito, exceptuando o workshop de pintura que custa 10 SEK por participante. Está aberto todo o ano.
Excursões: A excursão de barco ao longo dos canais é uma das mais bonitas; sai dos molhes do passeio marítimo de Stralgatan, perto do Museu Nacional.Para ir ao Palácio de Drottningholm, navegando através da baía, toma-se o barco que parte do cais ao lado da Câmara Municipal de Estocolmo.
As subidas em balão oferecem panoramas estupendos, como as que são organizadas pela companhia Upp Ner com partida de Riddargatan 13 perto do Museu das Armas.
Para ir a Millesgärden, casa-museu do famoso escultor sueco nos arredores da cidade, é necessário tomar o metro de Ropsten a Torsvik e os autocarros 201, 202, 204, 205, 206 ou 212.
Onde ficar: O nível dos hotéis é em geral bastante alto; no Verão e nos fins-de- -semana costumam praticar preços com desconto. Para os amantes do campismo há também muitas alternativas.Existe em Estocolmo uma central de informações e reservas de hotéis: Hotellcentralen, tel. 00468-7892425; fax. 00468-7918666.
Onde comer: Den Gyldene Freden Österlanggatan 51, tel.: 109046; na ilha de Gamla Stan, especializado em cozinha sueca, sobretudo peixe.Källaren Diana Brunnsgrad 2, tel.: 107310; especialidades suecas.Butlers Rörstrangatan 11, tel. 321823; especialidades de carne.

Compras: Os produtos de artesanato em madeira ou vidro são os mais típicos que se podem encontrar em Gamla Stan, a cidade velha.O presunto de rena e o salmão fumado e as compotas ou cremes de arandos são os produtos comestíveis mais típicos e fáceis de transportar.
Para mais informações: Podem contactar a Embaixada da Suécia, Rua Miguel Lupi, 12, 2ºdt., 1249-077 Lisboa, Tel.: 213 942 260 ou os websites: www.stockholmtown.com; www.visit-sweden.com
PS: Todas as fotos são da autoria da corajosa, Ana Melrinho!

21 comentários:

Pedro Vagos disse...

Parece-me justo sermos nós os primeiros a comentar o artigo da Ana! Se mais não fosse, para agradecer a coragem de ter sido a primeira a enviar-nos a sua contribuição!!! O nosso muito obrigado, Ana!
Tomámos a liberdade de juntar algumas informações úteis sobre a Suécia e sobre Estocolmo, pensamos que complementam bem o relato e podem ser úteis para quem decida ir para aquelas paragens!

paulo ferreira disse...

Uau! Estava à espera do 1º relato sobre férias, mas não um assim. A fasquia fica elevada para quem vier a seguir. Excelente texto, com umas fotografias que acho de excelente nível e bem complementadas com as informações necessárias para quem lá for de viagem. Adorei, Ana, e só posso associar-me ao Pedro nos parabéns.

madalena brandão disse...

Excelente surpresa matinal, esta. Parabéns, Ana, pela escolha do destino, que nem sempre entra no roteiro do turismo massificado, pelas belas fotografias, dando um cheirinho de estocolmo e pelo texto, que retrata bem a beleza de uma cidade nórdica.
Parabéns também aos autores pelo complemento de informações adicionadas. Um verdadeiro posto do viajante.

manuel araujo disse...

Grande Ana. Para estreia, foi excelente. Nível qualitativo muito bom, excelentes fotografias e um destino de fazer inveja a qualquer um. Parabéns!

Ana Sofia disse...

Grande sortuda, Ana:) Que cidade fantástica que nos traz, com belas paisagens (excelentes fotos, por sinal)e um relato interessante da viagem.
Parabéns também aos autores, pela aposta arrojada, ao dar a palavra a quem por aqui passa. Pelo início, vai ser um sucesso.

gil oliveira disse...

Estou fascinado por Estocolmo. As fotos ilustram na perfeição a beleza da cidade. E, tal como em todas as cidades nordicas, a qualidade de vida é alta, o que também se deve reflectir nos preços. Uma pena, mas fico o registo, bem interessante, de um destino ainda algo exótico. Parabéns, D.Ana Melrinho.

Renata disse...

Vc é uma sortuda, Ana. Adorava conhecer essa zona da Europa. Me fascina muito a Suécia, a Finlândia, Islândia e a Holanda. Talvez um dia. O que posso dizer qt ao seu texto? Que está maravilhoso é pouco. Acho k vc leva jeito mesmo. Muito boas as fotos.

Bjos e parabéns

Maria Rosário disse...

Olha, cá está a primeira corajosa. E tinha que ser uma mulher a chegar-se à frente:)
Ana, belo texto e aposto que foram uns dias bem passados, num cidade que, pelas fotos, é lindíssima.
Parabéns!

luis ferreira disse...

Parabéns à corajosa. Ana, belo texto, excelente a escolha no destino, fotografias que merecem um aplauso, num excelente inicio do post do viajante. Quem vier no próximo mês terá responsabilidades acrescidas, graças à tua qualidade.

carlos mendes disse...

Oh, oh, temos "artista"!Grande Ana, parabéns pelo destino - escolha acertada, com uma pitada de exotismo - fugindo desses destinos k se vêem sistematicamente nas capas das revistas da especialidade. Em suma, artigo incisivo, fotos muito boas e "toneladas" de informação. Quem quiser lá ir, já tem a papinha feita.

cristina monteiro disse...

Aiiiiiiiiii! A Ana Melrinho!!!!!!!! E ela ainda não sabe. Grande Ana, num texto espantoso e com umas fotos que provocam inveja. Adoreiiiiiiiiiiiii

ana melrinho disse...

Aiiii, é mesmo verdade! Vocês são o máximo!!!!!!Publicaram o meu artigo. Nem acredito. Está fantástico. Grande trabalho, ao juntarem as fotografias. Reconheço humildemente que não sou merecedora de tantos parabéns. A amior parte do trabalho até foi vossa, como essas informações que complementam de forma magnífica o meu texto. Obrigada, meus caros, sinto-me felicíssima:)

maria clarinda disse...

Excelente artigo, no arranque da nova rubrica. Gostei bastante. Informação excelente, com tudo o que é preciso saber, antes de fazer as malas, e umas fotos espantosas. Parabéns, Ana, e não sejas tão humilde. Olha que está mesmo bom.

ricardo melo disse...

Grande Ana, corajosa é mesmo o termo apropriado. Prabéns também aos autores, pelo dinamismo que conseguiram no blog, com vastas e novas rubricas. Ana, mais uma vez, excelente!

miguel sarabando disse...

Parabéns, cara Ana, pelo texto e fotos. Bela escolha de cenário, para entrar com o pé direito na nova rubrica. Venham mais desses, com a mesma qualidade.

mauricio longhini disse...

Congratulations, Ana! Vc detonou! Belo post, fantástico destino. Devorei o artigo.

joe berardo disse...

� p� isto est� t�o bm k sou gajo pra fazer uma opa!

BRUNO ROCHA disse...

Não diria mais do que foi dito e escrito, a não ser que fico estarrecido com a facilidade que o post denota sobre o facto de viajar ate a Sueçia....Eu por mim ia já..
Parabéns a autora da Proeza de se aventurar no POST do VIAJANTE e aos Criadores do Blog..

Nota: Amigo Pedro é por artigos e trabalhos destes que passas horas nos PC's..eu sei ..É pena não te reconhecerem o trabalho e por causa disto não te socializares..(ehehehe)..(private joke)..Vá lá continua que eu ajudo a fazer sala..

manuela pestana disse...

Bela história, a provocar aquele sentimento de inveja, pois quem é que não quereria lá estar?
Adorei, Ana, para mais com umas fotos espantosas!

sandra miguel gomes disse...

Bela viagem, adornada por excelentes fotos. Gostei bastante de ler, Ana.

Bici Activismo disse...

Bici Activismo pede a Lisboetas e a Candidatos para irem votar no próximo Domingo de bicicleta
Press Release - Para divulgação imediata

Neste Domingo dia 15 de Julho de 2007 realizam-se as eleições para a Câmara Municipal de Lisboa, as quais foram marcadas por diversas iniciativas de mobilidade sustentável e onde a utilização da bicicleta foi um assunto frequentemente abordado.
A maioria dos candidatos à Câmara Municipal de Lisboa apresentou nos seus programas eleitorais, medidas de promoção do uso da bicicleta na cidade.
Inspirado em campanhas internacionais, Bici Activismo, um grupo de ciclistas e activistas de Lisboa, apela a todos os Lisboetas para se deslocarem, no próximo Domingo, de bicicleta até às mesas de voto.
Com esta acção, a qual pode posta em prática por qualquer pessoa, pretende-se aumentar a visibilidade da bicicleta na cidade e manifestar junto dos políticos o desejo de muitos cidadãos em verem concretizadas medidas que permitam uma maior utilização da bicicleta em Lisboa.

Bici Activismo contactou igualmente os 12 candidatos à autarquia e pediu-lhes que no próximo Domingo se desloquem de bicicleta até às mesas de votos onde irão exercer o seu direito cívico.

Contactos para a imprensa:
E-mail: bici.activismo@gmail.com Webpage: http://biciactivismo.blogspot.com/